Páginas

quarta-feira, 18 de maio de 2016

A Arteriosclerose e o tratamento pelas Plantas

    CAMU CAMU

O que é Arteriosclerose?

  Arteriosclerose ocorre quando as artérias que levam oxigênio e nutrientes a partir do coração para o restante do corpo tornam-se duras e estreitas. 
Isto faz com que o fluxo de sangue seja prejudicado. 
As artérias saudáveis são flexíveis, mas ao longo do tempo podem endurecer. 
Por isso, arteriosclerose é um problema muito associado ao envelhecimento.
 
Existem cinco tipos de arteriosclerose. São eles:
  • Aterosclerose: ocorre quando a gordura, o colesterol e outras substâncias levam ao endurecimento e estreitamento das artérias. 
      Ela pode ocorrer em qualquer parte do corpo, incluindo o coração, pernas e os rins
  • Doença arterial coronariana: Esta condição ocorre quando as artérias coronárias do coração tornam-se duras. 
      As artérias coronárias são os vasos sanguíneos que fornecem oxigênio e sangue ao tecido muscular do coração
  • Doença da artéria carótida: As artérias carótidas são encontrados em seu pescoço e fornecem sangue para o cérebro. Estas artérias podem ser comprometidas se a placa se acumula em suas paredes. 
      A falta de circulação pode causar uma diminuição de sangue e oxigênio para os tecidos e as células do cérebro
  • Doença arterial periférica: Suas pernas, braços e parte inferior do corpo dependem dessas artérias para fornecer sangue e oxigênio para os tecidos. 
      Artérias endurecidas na região podem causar problemas de circulação nestas áreas do corpo
  • Doença renal: As artérias renais fornecem sangue para os rins. Rins filtram os resíduos e água extra a partir de seu sangue. Quando eles não podem filtrar adequadamente, os resíduos se acumulam dentro das artérias renais, tornando-os difíceis. 
      Os vasos endurecidos podem levar à insuficiência renal.
 
Receita Natural

 
- 02 colheres de sopa de malva;
- 01 limão-galego cortado com a casca;
- 03 dentes de alho picadinhos;
-  03 xícaras de  água

Modo de Fazer
Macere bem as ervas indicadas com o limão, cubra com a água fria e deixe em lugar fresco por 04 (quatro) a 06 (seis) horas.
Tome de 02 em 02 horas 01(uma) colher de sopa.

Salada de tomate, repolho e cebola, fazem muito bem a quem sofre de arteriosclerose.

O regime vegetariano, valorizando os alimentos crus, aliado ao exercício físico diário, opera resultados extraordinários de recuperação.

Segunda Receita
 
Camu-camu (Myrciaria dubia) ou acerola com abacate
Camu-camu, também chamada de "camucamu", "caçari", "araçá-d'água", ou ainda "camocamo" (Myrciaria dubia; Myrtaceae), é uma árvore frutífera da Amazônia. Descrita inicialmente em 1823 como Psidium dubium Kunth.

- 200 g de camu-camu ou acerola;
- 2 dentes de alho (pode ser em cápsulas gelatinosas);
- ½ abacaxi;
- ½ litro de água.
 
Modo de preparar
Bater no liquidificador sem o alho. 
Tomar com as cápsulas de alho ou com 2 dentes de alho.
 
 
Fontes Pesquisadas:
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/arterioesclerose 
 https://www.google.com.br/search?q=o+que+%C3%A9+arteriosclerose&client=firefox-b&biw=1366&bih=657&source=lnms&tbm=isch&sa=X&sqi=2&ved=0ahUKEwiBi8CFyOPMAhWEQZAKHS-jD-EQ_AUICSgE#imgrc=P4XjH2TJaVLQAM%3A
 http://vitamaissaude.blogspot.com.br/2014/07/aterosclerose-sao-depositos-de-gorduras.html

Maravilhoso poder das Plantas e a cura do Mau Hálito

É fundamental que o paciente recupere a autoestima e a autoconfiança que são abalados com a halitose

Mau Hálito, tem cura Natural?

Segundo a Associação Brasileira de Halitose cerca de 30% da população sofre com este problema, ou seja, mais ou menos 50 milhões de pessoas passam ou já passaram pelo constrangimento de exalar um odor ruim pela boca. 
Mas esse número não precisava ser tão grande assim, pois a halitose tem prevenção, controle e, na maioria dos casos, cura. 
Na maioria das vezes a halitose provém de hábitos aparentemente inofensivos que podem ser facilmente mudados curando o mau odor da boca.
Costumes do dia-a-dia, aparentemente inofensivos, também podem causar mau hálito.
“Dormir de boca aberta, ter uma vida sedentária, ir para a cama sem escovar os dentes, ficar longos períodos sem comer, não mastigar bem os alimentos e não ir ao banheiro regularmente são hábitos que podem acabar contribuindo para o aparecimento da halitose”, diz Ana.
A diabetes pode desenvolver o mau cheiro que ela provoca na boca de quem a tem esta doença,fique atento.

Veja o tratamento do Mau Hálito

 Primeira Receita.

- 04 folhinhas de alfavaca;
- 08 folhinhas de hortelã;
- 03 anises-estrelados (Nome científico Illicum Verum).

Modo de Fazer
- Macere bem as ervas recomendadas, cubra com uma xícara de      água fria e deixe por 04(quatro) horas em local fresco.
- De hora em hora, tome 01 (uma) colher de sopa.

A pessoa com mau hálito deve usar 08 (oito) copos de água por dia, nos intervalos das refeições.
É importante verificar o estado dos dentes e gengivas.

Segunda Receita

- 08 folhas de menta;
- 03 brotos de pinheiro;
- 04 colheres de sopa de alecrim;
- 01 xícara de água.

Modo de Fazer
Macere as ervas indicadas, cubra com a água, deixe por 04 (quatro) horas e, de 02 em 02 horas, lave a boca em bochechos com este chá.


Fontes Pesquisadas
O Maravilhoso Poder das Plantas, pag 106.
http://saude.terra.com.br/saude-bucal/atualidades/mau-halito-tem-cura-e-e-mais-simples-do-que-voce-pensa,333ad1365fe0f5cb91b887c2954a393bjulykcom.html
http://pt.depositphotos.com/5270230/stock-illustration-bad-breath.html
 https://www.google.com.br/search?q=mau+h%C3%A1lito+tem+cura&client=firefox-b&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwiq2_DPv-PMAhVHRCYKHTr0ACwQ_AUICSgD&biw=1366&bih=657#imgrc=SXDX3spWDj9bxM%3A
 http://www.fotosantesedepois.com/anis-estrelado/

terça-feira, 17 de maio de 2016

Maravilhoso Poder das Plantas e algumas Receitas





    
               Bardana                               Serralha                         Genciana

Imagem relacionada   
     Mil-folhas                                            Mirtilo                                      Jambolão

Para Controle da DIABETES

Primeira Receita

 - 01(uma) colher de sopa de pata-de-vaca;
   03 a 04 colheres de sementes de jambolão (Syzygium cumini) trituradas;
   02 colheres de sopa de bardana (Arctium lappa) ralada;
   02 colheres de sopa de dente-de-leão;
   05 xícaras de água fervendo

Modo de Fazer
- Coloque as sementes de jambolão trituradas na água fervendo e deixe por uns 03 (três)       minutos;
- Acrescente as outras ervas, desligando o fogo;
- Tampe a vasilha;
- Quando mornar, tome antes das refeições.


Segunda Receita

- 03(três) colheres de sopa de sementes de jambolão trituradas;
  01 colher de sopa de genciana (Gentiana lutea);
  02 colheres de sopa de urtiga (folhas grandes);
  02 colheres de sopa de pata-de-vaca;
  05 xícaras de água fervendo

Modo de fazer
- Deixe o jambolão triturado 3 a 5 minutos na água fervente;
- Desligue o fogo e junte as ervas numa vasilha de louça, acrescente a água fervendo com     o jambolão e deixe até mornar com a vasilha coberta;
- Tome 3 a 4 xícaras ao dia.


Terceira Receita

- 1/2 (meia) xícara de vagem crua picadinha bem miúda;
   02 colheres de sopa de mil-folhas (Achillea millefolium L);
   02 colheres de sopa de folhas de mirtilo (Vaccinium myrtillus);
   03 xícaras de água fervendo.

Modo de fazer
- junte a vagem, a água fervendo, deixe por uns 03(três) minutos no fogo lento;
- Apague o fogo, acrescente as outras ervas, tampe a penela e deixe até mornar;
- Use 3 a 4 xícaras por dia.


Quarta Receita

-  1/2 (meia) xícara de acelga crua picadinha;
-  1/2 xícara de vagem tenra crua picadinha;
-  1/2 xícara de serralha (Sonchus oleraceus) picadinha;
-  02 colheres de sopa de salsinha;
-  02 colheres de sopa de cebola.

Modo de fazer
 - Junte as ervas recomendadas, tempere com o suco de limão, sal e 03 colheres de sopa      de tofu batido no liquidificador;
- Bata o tofu e os temperos e misture nas ervas como salada.


Use como salada

Primeira Receita 

- 1/2 xícara de acelga picadinha;
- 1/2 xícara de couve picadinha;
- 1/2 xícara de tomate picadinho;
- 02 colheres de sopa de bardana ralada;
- 02 colheres de sopa de cebola picadinha;
- 05 colheres de sopa de tremoço sem casquinha;
- 04 azeitonas pretas

Modo de fazer
- Faça um creme com o tremoço e as quatro azeitonas pretas, batendo com o "Mix" ou no     liquidificador;
- Tempere a salada, acrescentando limão e mais sal, se desejar.


Segunda Receita

- 1/2 xícara de vagem crua picadinha, bem fina;
- 04 folhas de espinafre cru picadinho;
- 1/2 xícara de cheiro-verde;
- 03 folhinhas de dente-de-leão, picadinhas;
- 01 tomate picadinho;
- 05 castanhas de caju torradas;
- 04 colheres de sopa, de abobrinha;
- sal e limão a gosto.

Modo de fazer
- Bata a castanha com a abobrinha cozida no liquidificador, tempere a salada, como recomendado.


Frutas Indicadas: morando, maçã ácida, pêra, banana-prata e são tomé, goiaba, pêssego, ameixa, laranja-lima e lima-de-pérsia, carambola, graviola, umbu, caju, etc.

Quem sofre de DIABETES faria bem evitar todas as gorduras concentradas.

Deveria cozer os alimentos no vapor, temperando depois com óleo de oliva e temperos .


As hortaliças cruas, as folhas cruas em forma de saladas, são ótimas para regenerar e nutrir.
Aposte, insista no uso dessas ervazinhas curativas.

As frutas cruas e o leite de castanha-do-pará, amêndoa, avelã ou pecã, são úteis, pois nutrem sem os inconvenientes da gordura animal.


Outros nomes populares da Genciana: alevante, anador, aquiléa, aquiléia, aquiléia-mil-flores, aquiléia-mil-folhas, atroveran, botão-de-prata, erva-carpinteira, erva-carpinteiro, erva-das-cortadelas, erva-das-damas, erva-de-carpinteiro, erva-de-cortadura, erva-de-são-joão, erva-do-bom-deus, erva-do-carpinteiro, erva-dos-carreteiros, erva-dos-cortadores, erva-dos-golpes, erva-dos-militares, erva-dos-soldados, levante, macelão, marcelão, mil-em-rama, mil-ramas, milefólia, milefólio, mil-em-rama, mil-em-ramas, milfolhada, mil-folhada, milfólio, mil-ramas, mil-ramos, novalgina, pêlo-de-carneiro, pestana-de-vênus, ponta-livre, prazer-das-damas, pronto-alívio, salvação-do-mundo; mil en rama (espanhol), mille-feuilles (francês), yarrow (inglês), millefoglio (italiano). 

Fontes consultadas:
- O Mundo Maravilhoso das Plantas;
- O Mundo Maravilhoso do Poder das Plantas;
- http://www.plantamed.com.br/plantaservas/especies/Achillea_millefolium.htm
- http://www.jardineiro.net/plantas/jambolao-syzygium-jambolanum.html
- https://www.google.com.br/search?q=nome+cientifico+de+mirtilo&espv=2&biw=1366&bih=643&source
- http://chaesaude.com/cha-de-genciana/

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Plantas Medicinais e a Pedra nos Rins

Para resolver Pedra nos Rins

  • 03 colheres de sopa de quebra-pedra;
  • 03 colheres de sopa de cabelo de milho;
  • 05 xícaras de água fervendo.
Modo de Fazer:

Deixe as ervas na água fervida até esfriar e tome de 04 a 06 xícaras do chá por dia.

XXXXXXX

  • 03 colheres de sopa de cavalinha;
  • 02 colheres de sopa de Pata de Vaca.
  • 05 xícaras de água fervendo.
Obs. Proceda como indicado na formula anterior

Para abrandar a dor. faça banho de assento em chá de eucalipto, capim ou camomila, quente, numa bacia funda, para que a região dos rins fique coberta com água quente. Permaneça de 20 minutos a 01 hora.

Repita o banho quente cada vez que sentir a dor, 


Sucos naturais para Dieta em períodos de Gripes e Resfriados

  


  • 01 limão-galego, cortado com a casca
  • 08 folhinhas de hortelã
  • 02 a 03 colheres de sopa de mel
  • 1 1/2 xícara de água fresca

Como fazer:
Bata no liquidificador, coe e tome imediatamente.



  • 01 limão cortado com a casca;
  • 02 folhinhas de eucalipto;
  • 1/4 de broto de pinheiro;
  • 02 a 03 colheres de sopa de mel/
  • 1 1/2 xícara de água fresca;
Obs. Proceda como na formula anterior


  • 01 limão cortado com a casca;
  • 02 colheres de sopa de flor de laranjeira;
  • 02 colheres de sopa de poejo;
  • 01 colher de sopa de alecrim;
  • 02 a 03 colheres de sopa de mel;
  • 1 1/2 de xícara de água fresca;
Obs. Siga o modo de fazer da 1ª formula


Experimente os sucos de laranja, graviola, caju, seriguela, uvaia, uva, abacaxi, tangerina, acerola e outros. .
Varie bastante e sinta os benefícios que a dieta de 02 a 03 dias de suco fara a você.
São uteis os vapores de peito e cabeça e o repouso nos períodos de dieta de sucos.


terça-feira, 3 de maio de 2016

Planta Medicinais: Gerbão e as suas propriedades


Gervão  
Nome Científico: Stachytarpheta cayennensis, (LC. Rich.) Vahl.

Nomes Populares: gervão-azul, chá-do-brasil, verônica, origão, vassourinha-de-botão, oribão, gervão - roxo, erva - gervão, vassourinha de botão, gerbão.

Chamam-na de gervão-roxo porque seu caule e ramos podem se tornar arroxeados no decorrer do ciclo de vida. Além disso, ela apresenta espigas de flores em tons de violeta, azul e lilás.

Na medicina popular é utilizado nos problemas gastrointestinais, principalmente nas doenças do fígado. Também como tônica, febrífuga e diurética. 

Princípios ativos: óleo essencial, taninos, flavonoides, saponinas e alcaloides.
Todas as partes da planta são usadas, inclusive a raiz.

Propriedades

A planta é considerada como:
Cicatrizante
Diurética
Vermífuga
Analgésica
Antibacteriana
Antidiarreica
Antiemética
Anticatarral
Hemorroidária
Antioxidante
Antipirética
Emenagoga
Digestiva

Por isso, seu uso é indicado para diferente enfermidades como:
Amebíase
Afecções renais
Distúrbios nervosos
Doenças hepáticas e biliares
Parasitas intestinais
Febre
Bronquites
Furúnculo
Inchaço do baço
Dores reumáticas

Acredita-se ainda que ela sirva para tratar:
Cefaleias
Contusão
Hepatite
Feridas
Prisão de ventre
Rouquidão
Resfriado
A erva-gervão na medicina alternativa
Perfeita para o tratamento de problemas gastrointestinais (especialmente no fígado);
Bastante utilizada também em problemas renais;
Apresenta propriedades tônicas, diuréticas e também febrífugas;
Muito boa no combate à amebíase;
Suas propriedades ajudam a aliviar os sintomas da bronquite;
Em casos de cefaleia ela pode provar-se eficiente;
Com propriedades calmante, a erva é bem eficaz no tratamento de distúrbios nervosos (comprovado cientificamente);
Ótima em casos de contusões;
Usado externamente, ele pode cicatrizar feridas e furúnculos;
Ajuda bastante no tratamento da hepatite (dos tipos mais fracos);
Em casos como inchaço no baço o gervão também pode mostrar-se bem eficiente;
Ótima para o tratamento de resfriados e alguns de seus sintomas, como a rouquidão.
Ajuda também nas prisões de ventre, fazendo o intestino funcionar melhor (comprovado cientificamente);
Ajuda a controlar alguns sintomas do vitiligo;
Seu consumo pode evitar o aparecimento de tumores.
A erva-gervão também pode ser usada em outros casos, como eczema, erisipela e debilidades orgânicas.
No combate à malária (comprovado cientificamente).
No tratamento do diabetes (comprovado cientificamente).
Como anti-inflamatório e antiulcerogênico (comprovado cientificamente).

A erva-gervão na cultura afro-brasileira
Nas casas de Jejê-Nagô o gervão ganha outro nome, 
Ewé ìgbolé, e nos rituais religiosos ele é considerado como folha sagrada.
É bastante utilizado no preparado do abô, e depois é consagrado ao orixá Obaluaye.
A planta também pode ser usada em receitas consideradas “para tratar corpo contraído”.
Religiões como o Candomblé e a Umbanda costumam associar o gervão aos orixás Nanã e Xangô.
Como fazer o seu chá

Ingredientes:
2 colheres de sopa de erva-gervão;
½ litro de água.

Modo de preparo:
Coloque em uma chaleira ½ litro de água e acrescente 2 colheres de sopa bem cheias e erva-gervão;
Leve ao fogo e deixe a mistura ferver;
Assim que alcançar fervura, desligue o fogo;
Abafe e aguarde 10 minutos para poder coar;
Em seguida é só beber;
O indicado é que se beba apenas 2 ou 3 xícaras do chá por dia.


Como utilizá-lo externamente
Basta amassar as folhas e as raízes (frescas ou secas) da planta, até formar um cataplasma.
Depois é só aplicar sob as partes lesionadas da pele.
Vale para contusões, feridas, machucados e até furúnculos.

Fontes Pesquisadas
- https://pt.wikipedia.org/wiki/Gerv%C3%A3o
- http://www.remedio-caseiro.com/conheca-as-propriedades-da-erva-gervao/
- http://natural.enternauta.com.br/plantas-medicinais/gervao-roxo-propriedades-medicinais/

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Plantas Medicinais: Pustemeira e suas utilidades

Fotos de Veronilson Oliveira da Silva (Veron)
Nome Cientifico: Gomphrena sp

Nome Popular: Pustemeira, Pustumeira.

Planta largamente utilizada pelos moradores do sertão nordestino, com varias utilidades, entre elas problemas estomacais, veja outros exemplos.

E usada para: Anti-úlcera, Catarro do intestino, Enterite, Enterites, Enterocolite, Ferida, Ferida  crônica, Feridas, Feridas crônicas, Ferimento, Ferimentos, Úlcera, Ulceração, Ulcerações, Úlcera crônica, Úlceras

Estes são depoimentos de usuárias sobre a Pustemeira.

__ " Eu sentia uma dorada no pé da barriga, parecia inté que minha bexiga lá ia se soltando. Dona Dica me ensinou tomar esse chá de Pustemeira e num se deu duas semanas prá aquilo tudo sumir prá lá. Nunca mais! Lá nos Macacos, um povoado aqui perto, o povo põe ela na pinga para tratar de reumatismo e dor nas juntas" .

" Num pode tomar desaxegerado e tem ainda de se lembrar que na gripe ele é adoçado e nos casos de tratamento dos rins é tomado sem doce. Pois essa santa planta alivrou minha tia Raimunda de um cisto nos úteros, que já tava inté comprovado nos exame. Bastou dar de tomar o chá aos tiquins e nuns poucos dias ela tornou fazer aquela examaida e o tal cisto tinha-se desaparecido" .

Chá de pustemeira
Serve para machução.

Modo de fazer: ferve ao leite.


site visitados :
http://www.naturezadosertao.com.br/natureza-medicinal/136-ja-ouviu-falar-da-pustemeira
http://www.liberherbarum.net/Minor/BZ/PN8486.htm
http://www.cozinhadotolo.com/2012/07/chas.html
http://www.chica.org.br/chica/2004/07/corpos/corpo_smsfeliz.htm
http://www2.uefs.br/sitientibus/pdf/5/contribuicao ao estudo da flora medicinal.pdf